Pular para o conteúdo

Marketing 1.0: o que é, evolução e exemplos

Você já parou para pensar no início de tudo? No ponto zero do marketing, onde as bases foram estabelecidas e as sementes do que conhecemos hoje foram plantadas? Bem-vindo ao Marketing 1.0, uma era fascinante que moldou o cenário do marketing moderno.

Imagine um tempo onde as interações entre marcas e consumidores se davam principalmente por meio de propagandas unilaterais, onde a televisão reinava soberana e o rádio ditava tendências.

Este é o mundo que deu origem ao Marketing 1.0, uma época marcada pela busca pela atenção massiva, onde as empresas buscavam alcançar o maior número possível de olhos e ouvidos.

Esse período revolucionário é crucial para compreendermos a evolução do marketing. Foi quando a jornada do consumidor começou a ser desenhada, moldada pelas estratégias de massa, pelo poder dos slogans cativantes e pela busca incansável pela presença nos meios de comunicação predominantes.

Neste artigo, você aprenderá sobre o que é marketing 1.0, a evolução do marketing, os cinco principais modelos de marketing e exemplos do marketing 1.0.

placas-de-propaganda-antiga-marketing-1-0 Marketing 1.0:  o que é, evolução e exemplos

O que é Marketing 1.0?

O marketing 1.0 é a primeira fase do marketing, que surgiu no início do século XX, após a Revolução Industrial. Nesta fase, o foco do marketing era o produto, e as empresas se concentravam em criar produtos que atendessem às necessidades dos consumidores e em promovê-los de forma eficaz.

Nessa fase, as empresas não se preocupavam com a variedade, a qualidade ou as preferências dos clientes. O que importava era produzir em larga escala, reduzir os custos e aumentar os lucros. A padronização dos produtos era o objetivo central, a fim de oferecer um preço mais acessível a todos que quisessem comprar.

Um exemplo clássico dessa mentalidade é a frase de Henry Ford, fundador da Ford Motor Company:

“Qualquer cliente pode ter o carro da cor que quiser, desde que seja preto”.

Henry Ford, fundador da Ford Motor Company

Ford foi um dos pioneiros do modelo de produção em massa, conhecido como fordismo, que consistia em uma linha de montagem com operários especializados em uma única tarefa.

Evolução do marketing 1.0 ao 5.0

O marketing é uma atividade humana que visa satisfazer as necessidades e os desejos dos consumidores por meio da troca de bens e serviços. Ao longo da história, o marketing passou por diferentes estágios de desenvolvimento, refletindo as mudanças sociais, econômicas, tecnológicas e culturais que ocorreram no mundo.

A seguir vamos apresentar os cinco principais modelos de marketing que foram propostos por diversos autores e que representam a evolução do marketing desde o século XX até os dias atuais.

Marketing 1.0

O marketing 1.0 surgiu no início do século XX, em um contexto de industrialização em massa e de escassez de oferta. Nesse período, o foco do marketing era o produto, ou seja, a qualidade, o desempenho e as características técnicas dos bens e serviços oferecidos ao mercado. O objetivo do marketing era vender o máximo possível, sem se preocupar com as preferências ou as necessidades dos consumidores. A comunicação era unidirecional, baseada na propaganda massiva e na persuasão.

Marketing 2.0

O marketing 2.0 surgiu na segunda metade do século XX, em um contexto de aumento da concorrência e da diversidade de oferta. Nesse período, o foco do marketing passou a ser o consumidor, ou seja, as suas necessidades, os seus desejos, as suas motivações e os seus comportamentos de compra. O objetivo do marketing era satisfazer o consumidor, oferecendo-lhe soluções personalizadas e diferenciadas. A comunicação era bidirecional, baseada na pesquisa de mercado e no relacionamento.

Marketing 3.0

O marketing 3.0 surgiu no início do século XXI, em um contexto de globalização, de avanço tecnológico e de conscientização social e ambiental. Nesse período, o foco do marketing passou a ser os valores, ou seja, os propósitos, as causas e as crenças que orientam as escolhas dos consumidores.

O objetivo do marketing era criar um vínculo emocional com o consumidor, oferecendo-lhe soluções que contribuíssem para o seu bem-estar e para o desenvolvimento sustentável da sociedade. A comunicação era multidirecional, baseada na internet, nas redes sociais e no engajamento.

Marketing 4.0

O marketing 4.0 surgiu na segunda década do século XXI, em um contexto de transformação digital, de hiperconectividade e de economia compartilhada. Nesse período, o foco do marketing passou a ser a experiência, ou seja, as sensações, as emoções e as memórias que os consumidores vivenciam ao interagir com os produtos, os serviços e as marcas.

O objetivo do marketing era encantar o consumidor, oferecendo-lhe soluções que superassem as suas expectativas e que criassem valor compartilhado. A comunicação era omnidirecional, baseada na mobilidade, na interatividade e na cocriação.

Marketing 5.0

O marketing 5.0 é um modelo emergente que está sendo moldado pelo contexto atual de pandemia, de aceleração tecnológica e de mudança de paradigma. Nesse período, o foco do marketing passa a ser a inteligência, ou seja, a capacidade de coletar, analisar e utilizar os dados gerados pelos consumidores para oferecer soluções mais eficientes, eficazes e éticas.

O objetivo do marketing é antecipar-se às necessidades e aos desejos dos consumidores, oferecendo-lhes soluções que se adaptem ao seu contexto e ao seu momento de vida. A comunicação é hiperdirecional, baseada na inteligência artificial, na internet das coisas e na personalização.

3 Exemplos de Marketing 1.0

Aqui estão alguns exemplos específicos de como as empresas usaram o marketing 1.0:

  1. A Ford usou o marketing 1.0 para promover seu carro Modelo T, enfatizando sua acessibilidade e eficiência. A empresa lançou uma campanha de marketing massiva que incluía anúncios de televisão, rádio e jornais. Os anúncios mostravam famílias felizes dirigindo seus novos Modelos T e enfatizavam o preço acessível do carro. A campanha foi um sucesso e ajudou a Ford a se tornar uma das maiores empresas do mundo.
  2. A Coca-Cola usou o marketing 1.0 para promover sua marca, criando um logotipo e uma identidade visual memoráveis. A empresa contratou o artista Frank Robinson para criar o logotipo da Coca-Cola, que era uma letra cursiva branca em um fundo vermelho. O logotipo foi um sucesso instantâneo e se tornou uma das marcas mais reconhecíveis do mundo.
  3. A Gillette usou o marketing 1.0 para promover suas lâminas de barbear, enfatizando sua qualidade e durabilidade. A empresa lançou uma campanha de marketing que mostrava homens bem-sucedidos usando lâminas Gillette. Os anúncios enfatizavam que as lâminas Gillette eram feitas com materiais de alta qualidade e que duravam mais do que as lâminas da concorrência. A campanha foi um sucesso e ajudou a Gillette a se tornar uma das líderes do mercado de lâminas de barbear.

Esses exemplos ilustram como as empresas usavam o marketing 1.0 para alcançar seus objetivos de marketing. O marketing 1.0 era um modelo de marketing relativamente simples e direto, mas era eficaz na hora de atingir um grande número de pessoas e promover produtos.

Diferenças entre o Marketing 1.0, 2.0, 3.0, 4.0 e 5.0

CaracterísticaMarketing 1.0Marketing 2.0Marketing 3.0Marketing 4.0Marketing 5.0
ConcentraçãoMarketing orientado ao produtoMarketing orientado ao consumidorMarketing orientado para pessoasMarketing centrado no ser humano aprofundado pela jornada do cliente no processo de compra Marketing centrado no ser humano, com foco na tecnologia para promover o bem-estar humano
FocoVenda de produtosSatisfação e retenção de clientesTornar o mundo um lugar melhor, promover valores positivosInspirar cliente e criar novos conteúdos e produtos/serviçosInspirar cliente e criar novos conteúdos e produtos/serviços que promovam o bem-estar humano
Onde surgiu o conceitoRevolução IndustrialTecnologia da informaçãoNova onda de tecnologiaEconomia digitalTecnologia exponencial
A forma como as empresas percebem o mercadoClientes em massa com necessidades materiais Clientes inteligentes movidos pela razão e pelas emoçõesUm homem com razão, coração e almaHomem internauta (cidadão da rede)Homem internauta (cidadão da rede) com consciência do impacto de suas ações
Principais conceitos de marketingDesenvolvimento de produtoDiversificação e distinção no mercadoFornecer valores mais altosAntropomorfização de marcasUso da tecnologia para promover o bem-estar humano
Diretrizes de marketingEspecificidade do produtoPosicionamento da empresa e do produtoMissão, visão e valores da empresaPromoção de conteúdo e criação de marcasCriação de experiências e valores compartilhados
Proposta de valorFuncionalFuncional e emocionalFuncional, emocional e espiritualCompromisso e confiançaCompromisso e confiança, com foco no bem-estar humano
Interações com consumidoresAbordagem coletiva e transações “um para muitos”Abordagem individual, relações “um para um”Abordagem de relacionamento e cooperação “muitos para muitos”Relações baseadas no funcionamento do networking e enorme geração de leadsRelações baseadas no funcionamento do networking e criação de comunidades com foco no bem-estar humano
Diferenças marketing 1.0 ao 5.0 – Fonte: Research Gate

Conclusão

O marketing é uma atividade dinâmica que evolui constantemente para acompanhar as mudanças do mercado e da sociedade. Cada modelo de marketing tem as suas vantagens e desvantagens, mas nenhum deles é definitivo ou exclusivo.

O desafio do marketing é integrar os diferentes modelos, aproveitando o melhor de cada um, para criar uma estratégia de marketing holística, que atenda às necessidades e aos desejos dos consumidores, respeitando os seus valores, proporcionando-lhes experiências memoráveis e utilizando a inteligência para gerar valor para todos os envolvidos.

Deixe um comentário